A importância de testes de Segurança

Realizar testes de segurança em sites, aplicativos e em sua rede, diminui a probabilidade do software apresentar erros que podem causar prejuízos financeiros, e até mesmo de privacidade ao usuário final. Qualquer aplicação que contenha dados sigilosos ou transações financeiras, é indispensável que se faça testes de segurança.

Tipos de testes de segurança

Cada aplicação é diferente, possuindo funcionalidades diferenciadas e falhas únicas. O SSL não impossibilita o surgimento de ataques, as falhas na segurança podem comprometer financeiramente a empresa que desenvolveu o sistema e o usuário. Por isso, para garantir que a aplicação funcione como deveria, sem apresentar riscos aos dados e informações do usuários, são realizados vários tipos de testes de segurança.

Teste de vulnerabilidade

Esse tipo de teste busca localizar e eliminar qualquer falha ou brecha no sistema que possa ser utilizada por pessoas mal intencionadas. Evitando que essas pessoas tenham acesso aos dados e informações confidenciais.

Os principais objetivos dos testes de vulnerabilidade são:

  • Após a identificação das falhas e brechas no sistema, corrigi-las para que não haja comprometimento da funcionalidade, desempenho e segurança;
  • Melhorar as configurações de softwares, tornando-os mais seguros e eficientes;
  • Melhorar continuamente a infraestrutura e segurança da empresa;
  • Documentar as rotinas de segurança utilizadas;
  • Implantar novas soluções de segurança.

Testes de segurança em aplicativos

Normalmente os teste de segurança em aplicativos móveis são feitos de duas maneiras: estática ou dinâmica. O teste da forma estática, busca analisar o código do programa, sem a necessidade de executá-lo, mas procurando erros e códigos que possam abrir brechas na segurança do app. Já o teste dinâmico, não analisa o código, mas sim a sua execução. Seu foco é nas entradas e saídas de dados,buscando falhas que podem comprometer o sistema e o sigilo das informações contidas nele. Os testes de segurança em apps são regidos por 5 princípios:

  • Autorização;
  • Confidencialidade;
  • Autenticação;
  • Integridade;
  • Disponibilidade.

Teste de invasão de rede

Utilizado para proteção contra ataques e prevenção de incidentes. Seu principal objetivo é avaliar a segurança da informação, investigando e identificando possíveis falhas. Ele é executado mediante uma simulação do que seria possível realizar. Esse processo é dividido em algumas etapas técnicas,importantes para cada fase do teste:

  • Coleta de informações: faz um levantamento das informações relevantes, como por exemplo, as máquinas ativas na rede, endereço de rede, gateways e etc;
  • Varredura: o foco principal desta etapa é fazer um Scanner, identificando todos os Hosts ativos, portas abertas de comunicação com servidores, e quais serviços rodam em servidores diferentes. Assim é possível mapear as vulnerabilidades detectadas;
  • Invasão: nessa etapa se inicia o processo de execução das falhas identificadas através de códigos específicos. As mais comuns de invasão são: Sniffing, execução de exploits e negação de serviço;
  • Validação do teste: é o momento de testar as vulnerabilidade dos sistemas operacionais através da implantação de Backdoors com um plugin próprio com o objetivo de obter a manutenção do acesso. Depois, é a hora de verificar se não existe arquivos da rede que possam ser utilizados para encobrir rastros de invasões.

Está desenvolvendo uma aplicação e precisa testar todos os seus aspectos de segurança? Pode contar com a equipe Zero Defect! Somos capacitados e estamos prontos para te ajudar.